02/02/2012

Cai o 8º ministro de Dilma Rousseff

shot006

Depois de concluir a sua insustentabilidade no cargo, o ministro das Cidades, Mário Negromonte (PP), “pedirá demissão” do cargo hoje.

Vítima de uma primeira saraivada de tiros em agosto de 2011, quando foi denunciado pela “Veja” por, supostamente, prometer propina de R$ 30 mil mensais a deputados do seu partido para apoia-lo no ministério, Negromonte conseguiu deitar água fria na fervura, mas, virou um pato manco na Esplanada.

No final de 2011, outra bateria de denúncias: o chefe de gabinete do ministro, Cássio Peixoto, foi acusado de substituir um parecer técnico favorável ao BRT (projeto de ônibus rápido) de Mato Grosso, por outro que encarecia o projeto, para favorecer uma empresa.

O Planalto, no episódio, começou a desidratar Negromonte, determinando-lhe a demissão de Cássio Peixoto.

Na semana passada, a “Folha de S. Paulo” revelou que o secretário-executivo do Ministério, Roberto Muniz, reunira-se com “um empresário e um lobista interessados num projeto do ministério.”.

Em mais esta denúncia, a Casa Civil exigiu a cabeça de Muniz, mas, de antemão, antes de Dilma Rousseff sair pelo seu périplo saudosista por Cuba, deixou encomendada a cabeça de Negromonte, a qual ele mesmo irá levar, hoje, à presidente.

Com a degola de Mário Negromonte, a Esplanada assiste a queda do seu 8º ministro desde junho de 2011, quando o todo poderoso Antonio Palocci veio ao chão, o que conta, exatamente, 1 ministro por mês.

Somente Nelson Jobim (PMDB), ex-ministro da Defesa, caiu por incontinências verbais: os outros sete vieram ao chão por denúncias de irregularidades.  

Relembre aqui todos os anjos caídos antes de Negromonte.

6 comentários:

  1. A vantagem desse governo é essa: denúncia comprovada Ministro expulso do paraíso. Em governos anteriores tinhamos que "engolir" a seco certas "otoridades". Que Dilma continue fazendo faxina, aliás coisa que mulher sempre dá valor.

    ResponderExcluir
  2. Quem?
    Júnior Hage e Chicão devem retornar para a Alepa, o que causa um desconforto em Celso Sabino e Ozório Juvenil, suplentes que hoje estão deputados.
    O PMDB e o Governo fazem força para arranjar substitutos deputados, mantendo assim os suplentes onde estão.
    Mas não está fácil arranjar dois deputados que queiram os cargos.
    Sei lá por qual motivo! Comente tbm os escândalos da ALEPA! VAI CARO DEPUTADO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor, não use caixa alta nos comentários, pois os mesmos podem ser perdidos na conversão. Também, por favor, não use texto de terceiros sem citar a fonte.
      Quanto aos escândalos da Alepa, você não deve ler todos as postagens do blog: há mais de 10 sobre o assunto, inclusive um, postado ontem.

      Excluir
  3. Anonimo das 03;31 no governo lula todos era igual

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conseguir beijar este dragão, tem coragem de mamar em onça braba.

      Excluir
  4. O Jatene tá perdidinho, não acerta com o palhaço do prefeito cara de pau, e para agradar o PR do Vale abre as portas da ARCON a gestores de saúde e farmaceiticos. Mas ele tá certo, a ARCON e um caso clínico.
    Eu quero é ver se o tal DUDU vai botar DIN DIN na campanha do ALMIR.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.